Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Encantada (Até decorar todas as falas)



Nossos olhos se acostumaram a enxergar de uma forma, às vezes é importante que olhemos as coisas ao nosso redor com outros olhos. Fazer novos amigos, inventar novas possibilidades, reconhecer as dádivas mesmos se elas não nos chegam embrulhadas em papéis dourados. 

Encantada, da Disney, é mais um dos filmes da lista da Nana. Este, literalmente, ela sabe todas as falas, de tanto que assistiu. Esta cena é uma das cenas incríveis deste reconto de fadas. 

É uma ótima opção para o sábado com a família. Principalmente para as princesinhas modernas que, ao invés de fadas madrinhas, recebem a ajuda daquele que não tem preço...

quinta-feira, 29 de abril de 2010

água mole, pedra dura...



- Mãe, me dá um cachorro?
- Nem pensar, Nana, a gente mora em apartamento...
- Mas, mãe, eu amo cachorro, eu adoro o Bolt, o Bethoven, o Marley, o Scoob-doo, o Snoop e todos os 101 dálmatas... por favor!!!!
- Tá bom, toma estes aqui de pelúcia....

1, 2, 3, 4, 5, 6 cachorros de pelúcia depois....


- Mãe, me dá um cachorro... DE VERDADE?
- Não.

Aí meu pai chegou e disse com jeitinho:

- A Tia Joquinha deu um cachorrinho para a Nana, o que você acha?
- Mas, mas, a gente mora em apartamento, ficamos fora muito tempo, ele vai fazer cocô, vai fazer xixi, vai comer meus sapatos, vai esconder meus chinelos....

- Calma, vai pensando...

Aí a minha mãe contou para a minha irmã, a Rafaela, que tratou logo de escolher o nome. AMELIE, como a Amelie do filme que minha mãe e ela adoram, O Fabuloso Destino de Amelie Poulain.

Resultado:

quarta-feira, 28 de abril de 2010

se a estrada é longa...


Nada como contar com uma mãozinha para lhe ajudar.

Minha mãe adora esta foto, ela tirou com o celular. Eu estava no ombro de meu pai. Esta estradinha aí na frente é o caminho para a casa do Tio Eduardo, lá na roça. Todas as férias minha mãe me pergunta a mesma coisa: "Nana, para onde você quer ir nas férias?" eu respondo: -"Pra roça..." aí ela pergunta de novo: -"E a gente vai de quê?"...."-De caminhããããoooo".

segunda-feira, 26 de abril de 2010

esse é o cara!!!!!


Quem disse que precisa saber para cantar? Precisa é ser feliz!!!

sábado, 24 de abril de 2010

Feliz Aniversário, Tia Vânia!!!!!

Ah, não!!!! Ela gosta de tudo que eu gosto!!!!

sexta-feira, 23 de abril de 2010

manhêêê!!!! quero águaaa!!!!!

Eu tomo água o tempo todo. Desde pequena minha mãe me ensinou que a gente tem de beber muita água. Aí eu grito: _"MÃE, ME DÁ ÁGUA, JÁ TÔ DESNUTRIDA".... -"É desidratada, Nana". Tem umas palavras tão complicadas!!!! Outro dia eu tava desenhando, aí fiquei muito aborrecida. Minha mãe veio me perguntar porque eu tava com aquela cara. Eu disse: - " Olha só, meus lápis estão todos desapontados..." - Minha mãe caiu na risada e eu não entendi nada.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

E pra passear????

Um fusca rosa, claro, o sonho de toda gatinha!!!!!

Eu seiiiiiiiii, no volante eu penso nelaaaaaa!!!!!!!

Quando eu crescer quero ser motorista de caminhão, como o meu pai! Como não sou boba nem nada, já tirei a minha carteira!!!!!

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Bolt - O Super Cão (muitas, muitas, muitas vezes)



Bolt é outro filme que a Nana adora. O trecho escolhido é o dos créditos finais, onde os realizadores do filme nos brindam com um lindo desenho animado de como seria a continuação da vida de Bolt, após o término de sua aventura. É uma prova que depois do "e foram felizes para sempre..." pode acontecer muita coisa legal. Nossa vida com a Giovana tem sido assim. Muitas histórias fantásticas começam e acabam na nossa jornada e juntas vão escrevendo uma outra linda aventura.

terça-feira, 20 de abril de 2010

O Som do Coração - (mais de 20 vezes)

 

O Som do Coração (August Rush) é um dos filmes favoritos de Nana. Ele conta a história de um garotinho que foge do orfanato para encontrar seus pais, que ele diz ouvir como uma música dentro dele. Escolhi este trecho porque é o que me lembra mais a Nana. Ela me ensinou que um instrumento pode produzir uma linda melodia, mesmo quando tocado de forma diferente que a maioria das pessoas sabem tocar.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Menina no Jardim Azul em Dia Nublado.

Notem que as árvores tem os troncos maiores do que as copas. Ela vê o mundo de sua cadeira-de-rodas. Enxerga pouco, principalmente na luz. Sua visão é "sub-normal" e ela tem uma fotofobia intensa. O que me impressiona mais é que é daltônica, mesmo assim, apesar de ter uma cor que predomine em seus desenhos, ela sempre faz questão de trocar os lápis, para que fique tudo muito colorido. Ela sempre me pergunta: -"Mãe, que cor é a árvore?" (por exemplo) E eu digo: -"Você já sabe..." - Ela sorri e diz: -"Da cor que eu quiser?" - "É, filha, da cor que você quiser..."

Jardim com Árvores e Chuva com Casa Suspensa.

A nossa casa é suspensa. A primeira vez que ela desenhou eu perguntei porque a casa não estava no chão. Ela disse porque nossa casa não encostava no chão. E é verdade. Olhando da casa da minha mãe a nossa casa é mesmo suspensa.

Jardim com Moldura

domingo, 18 de abril de 2010

Um Outro Olhar

Estávamos parados no sinal da Av. Senhora do Carmo com Contorno. Os vidros fechados e na janela do passageiro da frente apareceu um senhorzinho. Ele era bem velhinho e pedia ajuda. Enquanto meu pai procurava moedas a Giovana começou a bater no vidro. - Abre, abre, abre... Confesso que só abri porque aquele senhorzinho me pareceu inofensivo. Ela fez tanto barulho que ele, de fora do carro notou. Olhou para mim meio sem graça. Eu abri. Giovana chamou o moço, estendeu a mão para ele e perguntou seu nome, se ele tinha filhos, como eles se chamavam. O homem se esqueceu das moedas, e começou a conversar com a Nana, sempre segurando em sua mão. Ele ficou tão feliz, que só sabia agradecer, contou que tinha netos, elogiou a beleza da Nana e o sinal abriu. Ele se foi e esqueceu as moedas para trás.

Às vezes penso que ser normal é alguma espécie de doença. Quantas pessoas normais abririam a janela e perguntariam da vida de um homem velho, negro, mal vestido e mendigo?

sábado, 17 de abril de 2010

Agradecimento

Acabamos de ver a homenagem que nossa amiga Líria Porto postou no blog dela.

Obrigada, Liroca, para você, o meu sorriso.

A Princesa Cheira a Flor

Este é o primeiro desenho que a Giovana faz para o blog. O título da obra é A Princesa Cheira a Flor.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Se miar é gato...



Tem uma história que não me canso de ouvir. É a história que meu pai conta de como eu vim parar nessa casa. Ele disse que um dia passeava com minha mãe. Eles estavam passando perto de uma caçamba e ouviram um barulhinho. Minha mãe disse: -"Escuta, parece um bebê!" - Ele foi até a caçamba e achou um saco de lixo preto com alguma coisa mexendo dentro. Ele rasgou o plástico e tinha alguma coisa muito peludinha lá. Os cabelos começavam logo acima dos olhos e tomava toda a testa, só cabelo. 

Minha mãe olhou e disse: O que é isso? - Meu pai falou: Não sei, parece criança, mas com essa cabeleira toda... Fazemos assim, levamos para casa, se miar é gato, se latir é cachorro, se chorar é menino....

Depois de uns dias meus cabelos caíram e eu chorei. Foi assim que eu vim parar nessa família. 

Minha mãe não gostava muito que ele contava a história deste jeito. Ela dizia: -"Você não veio da caçamba, veio da minha barriga". Mas da barriga não tem a menor graça, não é, mãe?

quinta-feira, 15 de abril de 2010

É cada uma...

Eu estou adorando esta coisa de blog. Minha mãe disse que enviou o endereço para minha professora, aí todas as minhas amigas vão poder vê-lo na quarta-feira, quando a gente tem aula de informática. Por falar em amiga, tenho de contar o caso da Nicole. Aconteceu o ano passado. A Nicole convidou suas melhores amigas, inclusive eu, para uma grande festa do pijama na casa dela. Ia ter filme, pizza, pipoca, brincadeiras de montão e guerra de travesseiros. Eu recebi até um convite. A Nicole fez um para cada amiga. Tinha o dia, um coraçãozinho desenhado e meu nome bem pertinho do dela.

Eu pedi para minha mãe, ela olhou para mim com aquela cara. Pegou o convite da minha mão e disse assim:
- Você pode ir, mas antes eu vou querer saber dessa história direitinho. - Ai, ai, alguma coisa estava errada.

A Nicole tinha mesmo planejado a festa todinha e só tinha se esquecido de avisar a mãe dela que ia ter festa. Todo mundo ficou muito triste, inclusive a Nicole. Eu até chorei, mas acabei descobrindo que ela me considerava uma grande amiga. Isto é melhor que guerra de travesseiro.

Primeira Carta de Amor

Eu tinha uns 10 anos quando recebi meu primeiro bilhetinho de amor. Eu, minha mãe e minha irmã tínhamos ido no botequinho da Denise, lá no bairro Pompéia, comer uns churrasquinhos com os colegas do trabalho da minha mãe. 

Já era de noitinha e estávamos esperando o ônibus em frente a um bar fechado. Era uma casa velha. Em cima tinha uma casa e embaixo uma garagem onde era o bar. De repente saiu um moço na varanda e olhou para nós. Eu, como sempre ria muito das conversas da minha mãe com os amigos dela. Nessa época eu ainda não usava cadeira-de-rodas e estava no colo dela. O moço ficou olhando a gente por muito tempo. Ele começou a perguntar bem alto: -"Ei, qual o seu nome?" - Perguntou isto um monte de vezes. 

Todo mundo pensou que ele tava paquerando a Maíra, uma amiga muito bonita da minha mãe. De repente ele saiu, abriu o bar e ficou revirando umas coisas, revirava e resmungava umas coisas que ninguém entendia. Todo mundo ria dele. Diziam que ele estava meio bebum. Aí ele parou de revirar as coisas e veio em nossa direção. A Maíra até ficou com medo e se escondeu atrás do Hugo. Mas ele chegou perto de minha mãe e estendeu a mão para mim. Eu o cumprimentei e ele perguntou meu nome. Respondi claro. Ele disse que eu era linda e me deu esse bilhetinho aí. 

Todos ficaram bobos de ver. Eu não. Minha mãe guardou o bilhetinho no meio das nossas fotos. Ela disse que é minha primeira carta de amor e que cartas de amor devem ser guardadas.



é, pois é, é, né?

Ser diferente não é fácil, mas pode ser muito divertido. Não preciso fingir que gostei de nada que me desagradou. Posso dizer "eu te amo" para qualquer pessoa. Eu disse, uma vez, eu era bem pequena. Eu e minha mãe estávamos saindo de uma das muitas consultas que fiz e ainda faço. Só nós duas no elevador. De repente a porta se abre e entra um homem triste. Ele vestia terno e parecia ter todo o peso do mundo nas costas. Ele nem olhou para mim, nem para minha mãe. Entrou e ficou encolhido, lá no fundo do elevador. Foi nessa hora que eu disse bem alto: - "Eu te amo!!!"

Não disse para minha mãe, eu olhei bem na cara dele e disse: -"Eu te amo". "O quê?" - Ele respondeu meio trêmulo e discrente, como se achasse que não tinha entendido direito. Eu repeti: -"Eu te amo!" Não tinha dúvidas, era para ele. Minha mãe ficou até meio sem graça, essas coisas de gente normal que não quer que ninguém o perceba. O homem cresceu, porque o mundo desceu de suas costas. Ele também sorriu e repetiu um monte de vezes de um jeito engraçado "Obrigado, meu bem!" "Obrigado".

É tão bom poder dizer "Eu te amo!!!" ainda bem que eu sou diferente.

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Penso, logo existo!!!!


Olá, olha só a minha menina. Hoje ela tem 12 anos. Seu nome é Giovana e ela adora desenhar, estudar e ver TV. Ela é portadora de uma doença neurológica desmielinizante. Por isto se locomove com auxílio de uma cadeira-de-rodas. Ela está no 2º ano do ensino fundamental. Sua mente é cheia de idéias, como ainda não consegue expressá-las escrevendo passa o dia desenhando.

Giovana é feliz, muito feliz. Vocês poderão acompanhar, daqui para frente, esta felicidade. Criamos este blog para ser sua galeria de arte. Ela adora desenhar sua família. Seu pai, Eu e sua irmã, a Rafa. Ela também não se esquece de seus dois irmãos, o Neto, que é filho do pai dela e do Pedrinho, seu irmãozinho e meu filho que faleceu aos 8 meses no ano de 93. Ela nem havia nascido ainda, mas não deixa de incluí-lo e ao Neto em suas orações.

Aos poucos vamos contando nossa história e colocando os seus desenhos. Se passar por aqui, deixe seu recado! Ela está empolgada com a idéia do blog e vai adorar saber das visitas em sua galeria!!!