Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 21 de agosto de 2011

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

conceitos



-Pai, você é livre, minha mãe é livro.


"Comentário da Nana quando o pai deitou no sofá para tirar um cochilo depois de chegar cansado de viagem e me ver pegar um livro para ler enquando ele dormia em meu colo."

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Corrida Esperança e Dia dos Pais

Ando meio sumida, não é? 
Minha mãe disse que é a correria... e é.
Olha eu aí participando da minha primeira corrida! 


Nesta foto sou eu, Tijúnio, Tia Rosa e o Vovô Manoel nos concentrando para a corrida.
Participamos ontem da Corrida Esperança. Meu avô que me incentivou. Ele tem muitas medalhas.
E eu estava pronta para conseguir a minha primeira.


Quem correu comigo foi meu pai. Nós fazemos uma grande dupla. Minha mãe foi também,
ela e Tia Rosa fizeram caminhada, eu e meu pai deixamos elas comendo poeira.


Olha eu aí e meu pai depois da corrida. Foi muito legal, demos entrevista, muita gente nos cumprimentou fiz muitos amigos corredores. Fizemos o percurso de 3 quilômetros em 28 minutos, isso porque tivemos de reduzir o ritmo para dar entrevista. ;)


Tia Rosa fez questão de tirar foto da medalha também.
Eram só nove horas e o dia já tinha começado cheio de aventuras.
Depois disso pegamos a dorminhoca da Rafa e fomos passar o dia dos pais
no parque ecológico.


A Rafa custou animar. Poxa, Rafa, desfaz esse bico, o dia tá só começando!!!!
Depois de passear um pouco fomos almoçar no Cocana, um restaurante muito legal que tem
uma cachoeira dentro dele. O pessoal de lá tirou uma foto.


Finalmente minha mãe saiu na foto. Quem mandou ser a fotógrafa da família?

Depois do almoço voltamos para o parque e encontramos o Henrique, o amigo da Tia Rosa e os filhos dele,
e foi uma tarde bem legal:







À noite ainda nos reunimos na casa da minha avó Jura para comemorarmos o aniversário do Gabriel. 
Poxa, foi um dia muito, muito, muito, muito legal!

sexta-feira, 22 de abril de 2011

teorias de nana


- Nana, por favor, você precisa parar de desmacar meus livros!
- Mas eu não desmarco, só coloco na página que você ainda não leu.

sábado, 5 de março de 2011

uma da rafa - o refri nosso de todo domingo


Tá bem, pode ser meio radical, mas refrigerante só em festa ou no domingo. A Rafa e a Nana eram bem pequenas. Acho que a Rafa tinha uns 5 anos. Tinha sobrado um pouco do refrigerante do domingo e quando cheguei do trabalho na segunda as duas estavam sentadas na mesa desenhando.


Rafa me pediu refrigerante e eu lembrei que era segunda-feira.

- Tem um pouco na geladeira, mãe!
- Só porque é um pouquinho, vou dividir um pouco para cada uma, mas só hoje.

Quando acabou a Rafa pediu mais. 

- Não tem e hoje é segunda.

- Por favor, por favor, por favor...

- Acabou o refrigerante, nem se eu quisesse teria como...

- Por favor, por favor, por favor...

- Só se eu virar um refrigerante!

- Então vira!

- Tá bom. Eu vou me concentrar e virar uma garrafa enorme de refrigerante. Você vai beber, colocar o pet para reciclar e nunca mais vai me ver...

- Nããããão!!!!!!!!

Rafa ficou um tempo quietinha matutando.

- Mãe...

- O que?

- Concentra na Giovana?

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

ai que saudade!!!!!


- o computador da minha mãe pegou uma virose,
- a Amelie (ai que saudade!!!) comeu o cabo usb do celular da minha mãe,
- viajamos assim que entrei de férias da escola,
- provas finais, estas coisas...

Ficamos muito tempo sem postar nada no blog e o Tijúnio até reclamou, mas não deu mesmo para escrever durante muito tempo, mas agora que o Tio David consertou o computador acho que podemos voltar de vez.

Tenho tanta coisa pra contar!!! Ainda estamos sem o cabo usb, então as fotos que tiramos ainda não vão aparecer por aqui, mas aos poucos vamos contanto tudinho o que temos feito. O mais urgente é contar que a Amelie não está mais com a gente. Eu e minha mãe choramos muito quando meu pai teve de levá-la embora. Moramos em apartamento e ela cresceu demais. Depois de comer tudo que podia e não podia , minha mãe e meu pai sentaram comigo e com a Rafa e disseram que não poderíamos mais ficar com ela. A minha tia Dora, que mora em uma casa com quintal e estava querendo um cachorrinho , ficou com ela. Nas férias visitamos a Amelie lá. Ela não fez muita festa, mas nos reconheceu. Minha mãe disse que ela já é uma senhora e não brinca e pula mais como pulava antes. Ela parece feliz lá. Continua doce como sempre e tia Dora não precisa esconder tudo dela, só as meias e sapatos. Acho que Amelie é viciada em chulé.

Na casa da minha avó Stela a gente viu um tanto de bichos e eu pedi muito para minha mãe trazer algum, mas ela fincou o pé e não cedeu. Ela ficou balançada quando pedi um dos filhotinhos da Diana, era um gatinho branco que tinha acabado de nascer. Quando eu achei que tinha dobrado minha mãe, ela disse: - Nana, quando nos mudarmos para uma casa com quintal podemos ter os bichos que você quiser. 

Já comecei a fazer minha lista:
- galinha, 
- patinhos,
- um bulldog,
- um labrador que vai se chamar penélope,
- um cavalo,
- um gato,
- um coelho,
- uma baleia,
- um hipopótomo...

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

belinha, a dorminhoca


Era uma vez
uma garotinha que dormiu rapidinho...

e o final da história?

Ela não ouviu porque dormiu rapidinho.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

ensino religioso

Um trabalho simples de ensino religioso: Responda quem é jesus e o que ele ensinou.

- Ele nasceu em 25 de dezembro.
- No Natal?
- Sim, no Natal.
- Legal.
- O que Jesus ensinou, Nana?

Depois de pensar um pouco respode com uma pergunta:

- A tomar vinho?

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

5a feira do livro - 04/11/10 - Com vontade de voar

Finalmente animei de novo a falar dos livros. Toda quinta-feira eu ainda pego os livros na biblioteca da escola, mas eu não estava com vontade de falar disto. Aí ontem eu peguei este livro lindo e minha mãe perguntou se não valia a pena colocar no blog. Gostei da idéia. É um livro lindo, adorei a história e as ilustrações. No final minha mãe leu a biografia da autora e gostei ainda mais do livro.
  Conta uma história linda sobre liberdade, sobre cuidado com os amigos, sobre saudade.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

cidadania



Toda eleição eu levo uma das meninas comigo. Antes era a Rafaela, que foi até perceber que era "um mico, mãe", depois a Nana. No primeiro turno ela falou tanto da Marina na minha cabeça que acabei deixando de votar na Dilma para votar nela. Minha amiga Líria diz que a culpa do segundo turno é minha e da Nana. 

No segundo ela queria que eu votasse no Serra, desta vez fui irredutível. Foi uma campanha desleal, pior que  a fomos obrigados a ouvir no horário de propaganda gratuita. No último mês Nana foi uma ardorosa defensora do Serra, todos os dias, em vários momentos do dia, das mais diversas formas ela tentou me convencer a votar no Serra. 

Um dia antes da eleição ela passou muito tempo falando bem do Serra e mal da Dilma. Quem conhece a Nana sabe que quando ela quer uma coisa é quase impossível não ceder ao impulso de fazer o que ela quer só para ficar livre da ladainha. Ela é capaz de falar por horas a mesma coisa. Ao final do dia ela tentou de novo. Finalmente falei:

- Você prefere o Serra, se você fosse votar você votaria nele, mas amanhã quem vai votar sou eu, eu prefiro a Dilma e quero votar nela.

Ela não disse mais nada. Acordou no domingo animada para a votação. Quando fomos para a cabine ela olhou para a urna e disse:
- A Dilma é 13, o um e o três, viu?

Olhei desconfiada para ela, que manteve-se inalterável, digitei o número e tentei de novo:
- É esta a pessoa? - Perguntei apontando para a foto.
- Sim, agora aperta o confirma.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

a esperança é triste


- A esperança é triste, né?
- Como?
Depois de fazer sua cena dramática preferida, deitar sobre a mesa e olhar tristemente na minha direção com cara de extremo sofrimento, repete:
- A esperança é triste, né?
- Por que você acha isto, Nana?
- Porque estou esperando o horário político terminar e não tem nada para eu fazer...

domingo, 12 de setembro de 2010

5ª feira do livro atrasada e festa da família

Semaninha agitada! É só isto que minha mãe fala quando pergunto do meu blog. Finalmente ela arrumou um tempinho para atualizar, né mãe? Quinta-feira passada eu peguei este livro: As Sobrinhas da Bruxa Onilda & Chapeuzinho Vermelho. É uma tradução também, como na semana passada. É um livro muito legal, eu já havia lido outros da Bruxa Onilda e sempre que encontro um livro dela pego porque ela sempre está aprontando uma coisa! Ô bruxinha levada!
Ontem foi dia da família na minha escola, pena que meu pai não pode ir, porque não coincidiu com o trabalho dele. Já contei que ele é caminhoneiro, né? Ontem ele estava na estrada! Olha só algumas das fotos que tiramos! Além de minha mãe e eu, minha tia Renata, a Tiata, e o meu primo Gab também foram, e, claro, meu avô também deu uma passadinha lá para pegar a gente depois do Jump. A gente se divertiu muito. Pena que minha mãe esqueceu de tirar foto do coelho Pé-de-Chinelo, foi a atração que eu gostei mais. Se liga, né, mãe!

terça-feira, 7 de setembro de 2010

aniversário e picnic

Não contem para minha avó, mas no sábado a minha mãe fez bolo de chocolate com cobertura de brigadeiro e granulado para cantarmos o parabéns para meu pai. Minha avó não gosta que eu como muito chocolate, ela diz que fico agitada demais, mas tem sempre alguém que acaba me dando um pouquinho escondido. E a primeira coisa que faço quando chego na casa da minha vó é contar para ela.
  
No domingo de manhãzinha fomos para o parque das Mangabeiras fazer picnic e comemorar o aniversário do meu pai, que foi dia 1º. Fomos eu, a Rafa, minha mãe, meu pai, Tia Rosa, o Preto, meu primo e a namorada dele, a Fran. Na hora do picnic chegaram alguns penetras. Não sabemos direito quem são eles, mas entramos num consenso que são quatis. Eles são bem acostumados com os visitantes do parque e quando sentem cheiro de comida vem logo para pegar um barranquinho no lanche.

A criançada aproveitou para dar comida na boca deles e os pais para tirarem fotos. A Rafa foi eleita a rainha dos quatis, eles adoraram ela e nada que eu fiz fez com que eles se aproximassem para eu alimentá-los.
    
Acho que eles se assustaram com minha cadeira. Um deles tentou pegar uma migalha debaixo do apoio de pés de minha cadeira e quase ficou preso, saiu correndo e não voltou mais. É preciso muita habilidade para usar cadeira-de-roda.
 

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

isto tudo??

Nana está muito ansiosa com o aniversário, que é só dia 28 de novembro, tentei dizer que ainda faltava muitos dias, pois toda semana ela achava que era no próximo domingo. Pegamos um calendário e contamos os dias que faltam. 86 dias. 
- 86 dias???? Até lá eu já vou estar velha!!! Mas eu ainda vou gostar de boneca, viu?

Por falar em aniversário, dia 1º foi aniversário de meu pai.Um beijão pai, a gente não pôde comemorar na quarta, mas no domingo a gente vai fazer um picnic muito gostoso e comemorar seu aniversário. 



quinta-feira, 2 de setembro de 2010

5ª feira do livro - Cuidado, Dinossauros!!!

Acabou o mês do folclore e agora podemos pegar livros à nossa escolha e o de hoje é um livro muito interessante. Acho que é os autores não são brasileiros, mas acho que as crianças de lá do país deles fazem as mesmas bagunças que a gente faz aqui. Eles escreveram um livro de dicas de segurança. O legal é que é muito divertido, não é daqueles livros "não faz isto" não faz aquilo". Ele tem umas ilustrações muito divertidas e que mostram direitinho porque não devemos fazer uma coisa ou outra.

  
Eu gostei bastante do livro e minha mãe também. É um ótimo presente, porque ensina a gente como se cuidar em muitos lugares, em casa, na rua, na chuva, com estranhos, nas emergências.